fevereiro 12, 2007

Janela com Vista






Virtualização não é um cenário própriamente novo. Desde há muito que existe o recurso à virtualização de software, particularmente, de sistema operativo, quando uma plataforma dispõe de SO proprietário e não permitindo a utilização de aplicações de terceiros desenvolvidos para outro sistema.
Anos a fio, assim se passou entre os Macintosh (Mac) equipados com o seu MacOS e os tradicionais PC com Windows.Nem sempre da melhor forma, porém.

A segunda metade de 2006, trouxe a oportunidade, por parte da Apple, a todos aqueles que gostariam de ter um excelente hardware -Mac- e que, ao mesmo tempo, não inviabilizasse a utilização perfeita de um outro sistema operativo concorrente, virtualizado, recorrendo por exemplo à aplicação Parallels ou, em modo nativo e, em concreto, do Windows XP, utilizando a ferramenta gratuita BootCamp. Qualquer das situações, válidas somente para Mac equipados com processadores Intel Core, o que, no fundo, acaba hoje em dia por ser toda a linha de produto desse construtor.

O ArtSOFT, em algumas rotinas, tira partido das funcionalidades dos processadores Intel Core e, não é por isso estranho que um ERP de excelência possa ser agora utilizado num equipamento de alta qualidade como é qualquer Mac.

Toda a informação sobre o ArtSOFT em Mac Intel, em ambiente Windows, pode ser lida aqui.